Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/25440

Title: Capítulo 5 Registos e notas de proprietários, procuradores, administradores e feitores
Authors: Mansinho, Maria Inês
Novais, Ana Maria
Henriques, Pedro Damião de Sousa
Editors: Mansinho, Maria Inês de Abrunhosa
Barreira, Madalena
Fontes, Magda
Henriques, Pedro Damião de Sousa
Keywords: Registos
Feitores
História
Gestão agrícola
Issue Date: Dec-2018
Publisher: ICS Imprensa de Ciências Sociais,
Citation: Mansinho et al, As ciências económicas e sociais no quadro da regionalização universitária, Texto Monográfico II, p.387-426, em A Empresa Agrícola: Das folhas do Feitor à Gestão Ambiental/coord. Maria Inês Abrunhosa Mansinho.-Lisboa: ICS.Imprensa de Ciências Sociais, 2018 ISBN 978-972-671-497-2 CDU 338
Abstract: O conhecimento da existência, no último terço de Oitocentos e princípios de Novecentos, de registos técnicos e económicos elaborados por proprietários, procuradores, administradores ou feitores, em especial de grandes casas agrícolas, deixa antever a sua utilização não só na gestão patrimonial, mas também no controlo das actividades agrícolas. Desconhece- se, exactamente, a forma como, ou se, estes registos fundamentam as tomadas de decisão por parte do proprietário/lavrador, mas há alguma evidência da sua utilização. Neste capítulo damos conta da existência, da diversidade e do interesse destas formas já estruturadas de registo que anunciam as modernas práticas de gestão agrícola. Na primeira parte apresentam-se, a par de uma breve resenha sobre a evolução dos registos contábeis, alguns dos documen tos consultados em várias casas agrícolas, realçando a organização subjacente a cada um deles (secção 5.1). Na segunda parte, e de uma forma relativamente minuciosa, mostra-se, a partir dos livros da Casa de Ficalho, o que neles se pode ‘ler’, ou seja, o tipo de informação por eles fornecida, quer sobre a exploração agrícola e o sistema de produção praticado, quer sobre a Casa e o seu proprietário (secção 5.2). Na terceira parte apresentam-se os registos contábeis como fontes de informação essenciais para fundamentar hipóteses teóricas formuladas no âmbito da historiografia contemporânea e da economia rural (secção 5.3).
URI: http://hdl.handle.net/10174/25440
ISBN: 978-972-671-497-2
Type: bookPart
Appears in Collections:ICAAM - Publicações - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Cap 5 A Empresa Agricola das folhas do feitor à gestão ambiental.pdf2.61 MBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois