Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/25326

Title: CARACTERIZAÇÃO REPRODUTIVA DE TOUROS JOVENS DE RAÇA MERTOLENGA SUBMETIDOS A EXAME ANDROLÓGICO DE ROTINA
Authors: Bettencourt, Elisa
Romão, Ricardo
Lalanda, Helena
Vitor, Matilde
Charneca, Rui
Pais, José
Henriques, Nuno
Nunes, Nuno
Bettencourt, Carlos
Keywords: bovino
Mertolenga
reprodução
exame andrológico
melhoramento animal
Issue Date: Sep-2018
Publisher: Congreso Ibérico Sobre Recursos Genéticos Animales-Congreso Internacional
Abstract: O exame andrológico (EA) é um método preditivo de capacidade reprodutiva que deve ser realizado em todos os bovinos jovens antes de utilizados como reprodutores. Nas raças bovinas portuguesas não existem publicados valores de referência a parâmetros normalmente utilizados no EA. Descrevem-se os as características reprodutivas de 37 machos da raça Mertolenga, de idade entre os 15 e os 19 meses, oriundos de diversos criadores, realizados na rotina de seleção de touros pela ACBM, em Portugal. No exame andrológico realizou-se exame físico e o exame de sémen, obtido por electroejaculação. Foram avaliados caracteres físicos e diversos parâmetros macroscópicos e microscópicos do sémen. Dos 37 animais avaliados foram aprovados 31 animais (83,8%), 3 foram reprovados (8,1%) e 3 foram considerados questionáveis (8,1%). A pontuação de condição corporal (CC, em escala de 1-9) variou entre 6 e 8 (média 7,35±0,54) e o perímetro testicular (PT) médio foi de 34,8cm±1,75 (mín. 31,0 e máx. 38,5). Em todos os animais foi conseguida a ejaculação na primeira tentativa, com uma concentração de espermatozoides média de 640x106 spz/mL±485,38 (min. 45 e máx. 1700) e um volume médio de 4mL±1,54 (min. 1,5 e máx. 8,5). A motilidade individual estimada média foi de 76,3%±9,40 (min. 60 e máx. 90). Quando comparadas duas classes etárias: até aos 16 meses e com mais de 16 meses, encontramos diferenças significativas no PT (p<0,05), com uma média de, respetivamente, 34,03 cm e 35,41cm. A caraterização dos valores reprodutivos aquando do exame andrológico em animais desta idade é importante porque permite ter uma referência aquando da avaliação de futuros machos da mesma raça e, por outro lado, poderá ser um indicativo de seleção de animais cujos valores se afastem do padrão da raça, nomeadamente de parâmetros com influência no desempenho reprodutivo e transmissíveis à descendência, como é o caso do PT. A diferença significativa encontrada a partir dos 16 meses de idade pode sugerir a necessidade de classificar diferentemente novilhos de diferentes fases etárias relativamente a este parâmetro. Embora a colheita de sémen tenha sido realizada através de eletroejaculação, a concentração e o volume de sémen obtido poderão indicar uma tendência na quantidade de espermatozóides incluídos num ejaculado, porque a estimulação se realizou de forma homogénea. Será interessante ampliar este conhecimento com um valor mais elevado de dados com vista a uma caracterização mais precisa destes valores e que, assim, possam ser usados com maior precisão na escolha de futuros reprodutores desta raça
URI: http://hdl.handle.net/10174/25326
Type: lecture
Appears in Collections:ICAAM - Comunicações - Em Congressos Científicos Internacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Bettencourt et al 2018_SERGA_submissao Mertolenga.pdf16.15 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois