Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/14769

Title: Influência da força dos membros inferiores sobre a qualidade de vida dos idosos que vivem em lares e os idosos que vivem no domicilio
Authors: Parracho, Margarida Maria de Morais Ferreira
Advisors: Fernandes, Jorge Manuel Gomes Azevedo
Tomás Cárus, Pablo
Keywords: Envelhecimento
Idosos
Qualidade de vida
Capacidade funcional
Aging
Elderly
Quality of life
Functional capacity
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade de Évora
Abstract: Introdução: O processo de envelhecimento acarreta um conjunto de transformações com repercussões funcionais, de mobilidade, sociais, de autonomia e de bem-estar, as quais influenciam a qualidade de vida. A obtenção de uma melhoria dos padrões de qualidade de vida e de saúde, encontram-se associados a hábitos saudáveis de vida e à prática de exercício físico. Objectivo: Avaliar a qualidade de vida determinada pela influência da força dos membros inferiores, na capacidade funcional dos idosos institucionalizados e não institucionalizados. Métodos: Foi realizado um estudo comparativo entre 196 idosos institucionalizados e 200 idosos não institucionalizados, pertencentes ao concelho de Évora e residentes nos seus domicílios. A qualidade de vida foi avaliada através do instrumento SF-36 e a força dos membros inferiores através do teste 30 Second Chair (levantar/sentar) referente á Bateria de Testes de Rikli & Jones. Resultados: Os idosos não institucionalizados apresentam uma melhor qualidade de vida relativamente aos idosos institucionalizados apresentando os primeiros melhores valores médios em todos as dimensões á excepção da dimensão Saúde em Geral e Desempenho Emocional. Os idosos não institucionalizados demonstraram também possuir mais força e mais resistência a nível dos membros inferiores, o que indica maior autonomia para a realização das actividades de vida diárias (AVD). Contudo a percepção sobre a qualidade de vida não se encontra relacionada com a capacidade de realizar as AVD. Conclusão: Conclui-se que a percepção da qualidade de vida depende da heterogeneidade da população em estudo em função do género e da idade. Embora se tenha observado uma diminuição na qualidade de vida dos idosos este facto pode ser sempre revertido se atendermos a programas específicos de actividade física os quais demonstram influências positivas para a qualidade de vida; ABSTRACT:Introduction: The aging process entails a number of transformations with functional repercussions, mobility, social, autonomy and well-being, which influence the quality of life. To obtain an improving standards of quality of life and health, are-associated with healthy living habits and practicing physical exercise. Objective: To evaluate the quality of life determined by the influence of the strength of the lower limbs, functional capacity of institutionalized elderly people and not institutionalized. Methods: This was a comparative study between 196 and 200 institutionalized elderly institutionalized elderly, belonging to borough Evora and residents in their homes. The quality of life was evaluated through the instrument SF-36 and the strength of the lower limbs through the test 30 Second Chair (raise/seat) on the battery of tests of Rikli & Jones. Results: The elderly not institutionalized have better quality of life for institutionalized elderly patients presenting the first best values average in all dimensions will except that the size Health in General and Emotional performance. The elderly not institutionalized demonstrated also possess stronger and more resistance to the level of the lower limbs, which indicates greater autonomy for the implementation of the activities of daily life (ADL). However the perception concerning the quality of life is not related to the ability to perform ADL. Conclusion: Concludes that the perception of the quality of life depends on the heterogeneity of the study population on the basis of gender and age. Although it was observed a decrease of the quality of life of elderly this fact may always be reversed if we consider the specific programs of physical activity which show positive effects for the quality of life.
URI: http://hdl.handle.net/10174/14769
Type: masterThesis
Appears in Collections:BIB - Formação Avançada - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE ENTREGA 14-3 pdf.pdf607.14 kBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
RESUMO pdf.pdf202.22 kBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
pensamento pdf.pdf43.58 kBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
CAPAS pdf.pdf18.44 kBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
ANEXOS.pdf37.33 kBAdobe PDFView/OpenRestrict Access. You can Request a copy!
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois