Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/9823

Title: Alterações na actividade enzimática da amílase salivar em indivíduos obesos
Authors: Simões, Carla
Costa, Ana Rodrigues
Antunes, Célia M
Lamy, Elsa
Keywords: Obesidade
Saliva
Issue Date: 21-May-2013
Publisher: Departamento de Química da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora
Citation: Simões, C, Costa, AR Antunes, CM, Lamy, E (2013). Alterações na actividade enzimática da amilase salivar em indivíduos obesos. Jornadas do Departamento de Química 2013, Universidade de Évora, 21 de Maio, Évora, Portugal, pág 36, Poster nº P06.
Abstract: Nos últimos anos o estudo da composição proteica da saliva ganhou interesse pelo seu potencial no diagnóstico não invasivo e compreensão de diversas doenças, quer orais, quer sistémicas. Para além disso, a interacção deste fluido com os constituintes dos alimentos tornam a sua análise importante para a compreensão das variações a nível da percepção dos alimentos e escolhas alimentares. Há, contudo, poucos estudos que comparem a composição proteica da saliva de indivíduos obesos com indivíduos normoponderais. Uma das proteínas mais abundante na saliva é a α-amilase. Esta proteína é responsável pelo início da digestão de hidratos de carbono na boca influenciando a percepção dos alimentos. Para além disso, os seus níveis são indicadores do funcionamento das glândulas salivares, tendo ainda sido sugerida como potencial marcador de condições de stress e de actividade do sistema nervoso simpático. O presente trabalho teve como objectivo comparar os níveis de α-amilase salivar entre indivíduos obesos (IMC>30; N=10) e normoponderais (IMC<25; N=10) do sexo feminino. Foram feitas recolhas de saliva mista, na ausência de estimulação e sempre à mesma hora do dia. Para determinar a actividade enzimática da α-amilase utilizou-se um kit colorimétrico (Sentinel Diagnostics). Foi observada uma maior actividade enzimática de α-amilase nos indivíduos obesos comparativamente aos normoponderais (243,2 X 103 ± 37,7 X 103 e 106,1 X 103 ± 44,2 X 103 U/L, respectivamente) A maior actividade enzimática da α-amilase poderá contribuir para alterações na percepção dos alimentos, nomeadamente no que diz respeito ao gosto doce dos hidratos de carbono. Uma diferente sensibilidade gustativa poderá ter influências nas escolhas alimentares. Estes resultados reforçam a importância de estudos mais aprofundados acerca da função salivar e percepção gustativa na obesidade.
URI: http://data.axmag.com/data/201305/U100423_F216832/FLASH/index.html
http://hdl.handle.net/10174/9823
Type: lecture
Appears in Collections:ICAAM - Comunicações - Em Congressos Científicos Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Jornadas DQUI 2013 -Carla Simoes.pdf27.83 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois