Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/13641

Title: Erosão Intersulcos: Transporte de Sedimentos numa Camada de Água com Impacte de Gota
Authors: Alexandre, Carlos
Issue Date: 16-Sep-2014
Citation: Alexandre, C. 2014. Erosão Intersulcos: Transporte de Sedimentos numa Camada de Água com Impacte de Gotas. Workshop Métodos Experimentais no Conhecimento da Erosão de Solos: Estudos na Península Ibérica. 16 de Setembro de 2014 na Fac. Ciências Sociais e Humanas da UNL, Lisboa.
Abstract: A erosão intersulcos tem significado quando se forma uma película de escoamento superficial. A destacabilidade do solo é um parâmetro utilizado pela generalidade dos modelos de erosão para a componente intersulcos e que traduz a susceptibilidade do solo para libertar partículas, que assim ficam disponíveis para sofrer transporte. Contudo, nas áreas intersulcos a erosão aumenta significativamente com a formação de uma lâmina de escoamento superficial de alguns milímetros de altura, o que torna a determinação da taxa de destacamento e da destacabilidade do solo fortemente dependentes de pequenas oscilações na altura de água sobre o solo e, portanto, muito sensíveis às condições experimentais usadas na sua medição. Deste modo, para obter medições da taxa de destacamento do solo tão independentes quanto possível das condições experimentais adoptadas é indispensável dispor de um modelo de transporte das partículas. O desenvolvimento de um modelo de transporte de sedimentos pelo impacte de gotas numa camada de água, em áreas circulares de declive nulo, permite a determinação da taxa de destacamento e da destacabilidade do solo com recurso a dispositivos experimentais simples e facilmente controláveis. Nestas condições, a chuva é o único agente de destacamento e o principal agente de transporte. Sucessivos impactes de gotas induzem múltiplas acções de transporte em todas as direcções que, tal como para o salpico, resultam num transporte globalmente nulo se a distribuição espacial dos impactes e a superfície do solo forem uniformes. Consideram-se os seguintes mecanismos: destacamento; transporte submerso primário devido à formação de nuvens de partículas destacadas; transporte submerso secundário – fluxo de dispersão de partículas em suspensão devido aos deslocamentos provocados por impactes suficientemente próximos; e deposição. Conclui-se que os modelos propostos descrevem adequadamente o transporte verificado nas condições experimentais, de resultante divergente, em que a concentração na camada de água é dominada por partículas finas e o destacamento por partículas grosseiras. Este resultado acentua a importância do transporte submerso para a estimativa da taxa de destacamento.
URI: http://www.fcsh.unl.pt/e-geo/?q=news/workshop-metodos-experimentais-no-conhecimento-da-erosao-de-solos-estudos-na-peninsula-iberica
http://hdl.handle.net/10174/13641
Type: lecture
Appears in Collections:ICAAM - Comunicações - Em Congressos Científicos Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ProgramaWorkshop16Set_&_ResumoAlexandreC.pdf370.27 kBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois