Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/26391

Title: Caracterização química e potencial antioxidante de óleos essenciais de Lavandula viridis, Thymus mastichina e Thymus capitellatus – plantas autóctones do sul de Portugal
Authors: Arantes, Sílvia Macedo
Piçarra, Andreia
Candeias, Fátima
Pereira, Marízia
Raposo, Mauro
Gomes, Carlos Pinto
Caldeira, A. Teresa
Martins, M. Rosário
Editors: Bezzeghoud, Mourad
Araujo, Alexandre
Gomes, Carlos Pinto
Carapau, Fernando
Santos, M. Hortense
Keywords: Óleos essenciais
Composição química
Potencial antioxidante
Lavandula viridis
Thymus mastichina
Thymus capitellatus
Issue Date: Nov-2019
Publisher: Universidade de Évora
Citation: Arantes S.M., Piçarra A., Candeias F., Pereira M., Raposo M., Gomes C.P., Caldeira, A.T. Martins M.R. (2019). Caracterização química e potencial antioxidante de óleos essenciais de Lavandula viridis, Thymus mastichina e Thymus capitellatus – plantas autóctones do sul de Portugal. Livro de Resumos do 3º Congresso Luso-Estremadurense de Ciências e Tecnologia, Universidade de Évora, 67-69. ISBN: 978-972-778-133-1
Abstract: O Alentejo é uma região extremamente rica em plantas aromáticas e medicinais (PAMs) autóctones, muitas das quais preservadas pelas populações locais, com aplicação na medicina tradicional, bem como utilizadas como condimentos na Dieta Mediterrânea. A família Lamiaceae contém importantes PAMs, com óleos essenciais (OEs) ricos em terpenos, utilizados na medicina tradicional e moderna e nas indústrias alimentar e farmacêutica 1. Os óleos essenciais (OEs), metabolitos secundários de PAMs, são uma fonte de produtos naturais biologicamente ativos, que desempenham um papel importante na proteção das plantas, e, dependendo da sua composição química, apresentam inúmeras propriedades medicinais, sendo reconhecidos como importantes antioxidantes e anticarcinogénicos naturais, prevenindo o stresse oxidativo e as patologias relacionadas 3. As plantas de Lavandula viridis L'Hér (Lamiaceae) são arbustos autóctones exclusivos do SW da Península Ibérica, reconhecidas popularmente como rosmaninho verde ou rosmaninho branca devido às suas flores brancas e brácteas florais verdes, muito distintas de outras plantas do género Lavandula. O género Thymus (Lamiaceae), também amplamente distribuído na Península Ibérica, é um grupo taxonomicamente complexo de plantas aromáticas, tradicionalmente utilizado para fins medicinais. Thymus capitellatus Hoffmanns & Link, vulgarmente conhecido por “tomilho-do-mato”, é uma planta aromática endémica do sul de Portugal, que cresce substratos arenosos das bacias do Tejo e Sado (províncias da Estremadura, Ribatejo e Alentejo). Thymus mastichina L., vulgarmente conhecido por “tomilho-bela-luz” é um endemismo ibérico, caracterizando se por ser um pequeno arbusto sublenhoso, fortemente resistente a geadas e pragas, que cresce em clareiras, rochosas e secas, especialmente em zonas de matos. Neste estudo pretendeu-se caraterizar a composição química dos óleos essenciais de Lavandula viridis, Thymus capitellatus e Thymus mastichina, de crescimento espontâneo em diferentes regiões do sul de Portugal, e avaliar o seu potencial antioxidante.
URI: http://hdl.handle.net/10174/26391
ISBN: 978-972-778-133-1
Type: article
Appears in Collections:HERCULES - Artigos em Livros de Actas/Proceedings

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2019_Arantes_LusoEstremadurense_Lavandula.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois