Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/9390

Title: A produção de café em Timor-Leste e a sua comercialização
Authors: Henriques, Pedro Damião
Carvalho, Maria Leonor da Silva
Keywords: Café
Timorcorp
Timor Leste
comercialização
exportação
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade de Évora / Comissão Executiva do 2.º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural / Universidade Metodista de Angola
Citation: Carvalho, Maria L. S; Pedro D. S. Henriques (2013). “A produção de café em Timor-Leste e a sua comercialização”, Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural - Actas do 2.º Encontro Luso-Angolano na Universidade Metodista de Angola, Luanda, 6 a 8 de Outubro 2011, pp 381-409, ISBN: 978-989-8550-20-0
Abstract: O café é importante para Timor Leste porque é o principal produto de expor- tação no sector agrícola, apresenta-se como a maior fonte de rendimento para os agricultores nos distritos, sub-distritos, sucos e aldeias e dinamiza a activi- dade das principais empresas compradoras e exportadoras. A cultura de café em Timor Leste é muito mais um processo $orestal que pomícola. Este artigo tem como objectivo analisar e re$ectir sobre o sector do café em Timor Leste, realçando aspectos relacionados com a sua produção e comer- cialização, e ainda sobre a competitividade e vantagem comparativa do sector. O método utilizado para recolha de dados primários foi a observação directa das operações de um dos intervenientes no mercado de exportação de café, a empresa Timorcorp LTD e entrevista a pessoas chave. A função da empresa Timorcorp é de comprador e exportador de café. A empresa compra café pergaminho através dos seus intermediários em todos os distritos e processa para café verde na sua fábrica em Díli. A empresa paga aos intermediários e estes aos agricultores. A empresa exporta café para os EUA, Alemanha, Singapura, Portugal e Macau. A quantidade de café exportado é maior para a Alemanha. O ano de maior exportação de café arábica foi 2008 e de robusta foi 2004. A exportação de café arábica de segunda qualidade representa metade de produção, sendo a primeira qualidade cerca de um terço. Cerca de um sexto das exportações de café de Timor Leste é da responsabilidade da Timorcorp LTD. Existe espaço para aumentar a produção e a qualidade do café, bem como o rendimento dos produtores através de intervenções na formação dos agricultores, no sistema de produção e transformação, na construção de infraestruturas, na transparência dos mercados e em actividades complementares à cultura do café. Para os distritos produtores de café, esta actividade pode e deve ser utilizada como motor do desenvolvimento local e os planos de desenvolvimento distrital devem ter isso em consideração.
URI: http://hdl.handle.net/10174/9390
ISBN: 978-989-8550-20-0
Type: article
Appears in Collections:CEFAGE - Artigos em Livros de Actas/Proceedings
ICAAM - Artigos em Livros de Actas/Proceedings
ECN - Artigos em Livros de Actas/Proceedings

Files in This Item:

File Description SizeFormat
cafe ela.pdf1.35 MBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois