Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10174/20248

Title: Perfil em alergénios do pólen de Platanus hybrida
Authors: Costa, Ana R.
Glaveias, Ana
Ramos, Inês
Holtreman, Frederico
Gonçalves, Cláudia
Yachechkina, Tatiana
Lopes, Luisa
Antunes, Célia M.
Editors: Santos, Amélia Spínola
Keywords: pólen
Platanus hybrida
Issue Date: 2015
Publisher: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Citation: Costa, A. R., Galveias, A., Ramos, I., Holtreman, F., Gonçalves, C., Yachechkina,T.,Lopes, L. & Antunes, C. M. (2015) Perfil em alergénios do pólen de Platanus hybrida. Revista Portuguesa de Imunoalergologia (RPIA), vol XXIII, supl 1, (PO23), pp 53.
Abstract: Objetivos: O plátano (Platanus hybrida) é uma árvore frequentemente utilizada em ambiente urbano, com fins ornamentais. Sendo uma árvore de grande porte, produz pólen em grande quantidade. Embora seja responsável por níveis de exposição a pólen elevados no início da primavera, que são coincidentes com queixas da população, o seu potencial alergénico está pouco caracterizado. Este trabalho teve, assim, como objetivo caracterizar o perfil em alergénios do pólen de plátano na cidade de Évora, Alentejo. Métodos: Prepararam-se extratos de amostras de pólen de Platanus hybrida ou Dactylis glomerata utilizando tampão bicarbonato. Os extratos foram liofilizados e conservados a -80ºC. O conteúdo em proteínas foi determinado pelo método de Bradford. O perfil em alergénios foi avaliado por western blot utilizando soros humanos (obtidos mediante consentimento informado de doentes do Hospital do Espírito Santo de Évora – HESE). Resultados: Observou-se teste positivo a P. hybrida em metade dos soros testados. O perfil em proteínas de P. hybrida exibiu diversas bandas imunorreativas com massas moleculares compreendidas entre 10-90 kDa e com pI no intervalo 4,4-7,0. Foram encontradas imunorreativas comuns a Q. rotundifólia e/ou a D. glomerata. Duas bandas identificadas na gama de 50kDa e 60 kDa parecem específicas de P. hybrida. Também se registou reatividade cruzada com D. glomerata. Conclusões: Este trabalho evidencia alguns alergénios encontrados em pólen de P. hybrida. Para além disso mostra ainda a existência de reatividade cruzada com pólen de gramíneas. Estes resultados sugerem que o pólen de plátano, dada a sua grande abundância na cidade de Évora, poderá contribuir para o agravamento a sintomatologia da população que sofre de polinose, em particular no início da primavera. Agradecimentos: Este trabalho foi financiado por fundos do FEDER através do Programa Operacional Fatores de Competitividade – COMPETE”. Um agradecimento especial ao nosso colega, já falecido, Prof. Rui Brandão, pelo estímulo que deu a este trabalho e pela sua dedicação para a implementação e desenvolvimento da Aerobiologia na Universidade de Évora. Temos a honra de dedicar este trabalho à sua memória. Background and Aim: Although grasses and olive are the most relevant allergenic species in the Alentejo region, aggravation of allergic symptoms in the early spring, unrelated with those species pollen seasons, has been reported, particularly in urban environment. Plane trees, hence pollen, are highly abundant in the city of Évora, nonetheless allergen pollen profile has not yet been evaluated. The aim of this work was to characterize the allergen profile of pollen from Platanus hybrida, one of the most representative species in Evora showing pollination prior to the main pollen season in Alentejo. Methods: Pollen from Platanus hybrida, Quercus rotundifolia or Dactylis glomerata was extracted with ammonium bicarbonate buffer, lyophilized and stored at -80ºC until analysis. Protein content was determined by the Bradford method. SDS-PAGE followed by western blot, using allergic patient sera (obtained from the Hospital do Espírito Santo de Évora – HESE), were performed to evaluate the allergen profile of the pollen. Results: Protein profile of P. Hybrida has shown several bands in the Mr 10-90 kDa. Western blot have shown several immunoreactive bands. Protein profile according to the pI showed immunoreactive bands in the pI range 4.0-6.1. Cross-reactivity of P. hybrida with Q. rotundifolia and D. glomerata was found. Conclusion: These results evidenced allergens found in P. hybrida pollen. Moreover, cross–reactivity between P. hybrida and highly allergenic species such as D. glomerata was found which probably contributes for aggravation of pollinosis in the early spring. Acknowledgments: This work was supported by “FEDER - Programa Operacional Factores de Competitividade – COMPETE”. A special acknowledgment to our colleague Prof. Rui Brandão, deceased, for his dedication to the present work, to the implantation and development of Aerobiology in the University of Évora. We have the honour of dedicating this work to the memory of Prof. Rui Brandão.
URI: http://www.spaic.pt/rpia/arquivos?ano_publicacao=2015&volume_publicacao=23&numero_publicacao=0&nome_artigo=&date_from=&date_to=&autores=&palavras_chave=
http://hdl.handle.net/10174/20248
Type: article
Appears in Collections:ICT - Artigos em Livros de Actas/Proceedings
ICAAM - Artigos em Livros de Actas/Proceedings
QUI - Artigos em Livros de Actas/Proceedings

Files in This Item:

File Description SizeFormat
imunoterapia-e-imunomodulacao-na-pratica-clinica.pdf3.9 MBAdobe PDFView/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace Dspace
DSpace Software, version 1.6.2 Copyright © 2002-2008 MIT and Hewlett-Packard - Feedback
UEvora B-On Curriculum DeGois